• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn more.

Jesus Cristo teve um filho?Na SIC dia 15

marques 57

Regular Member
Messages
2,682
Likes
0
My Satellite Setup
ASR
My Location
Portugal
#1
A SIC adquiriu os direitos exclusivos para Portugal do documentário de James Cameron e vai exibi-lo no próximo domingo, dia 15, depois do Jornal da Noite. O documentário alega que Jesus Cristo e Maria Madalena tiveram um filho chamado Judas.











O documentário levanta questões muito delicadas e polémicas para os cristãos.

Produzido pelo celebrado cineasta James Cameron, reivindica a descoberta do túmulo da família de Jesus Cristo, em Jerusalém.

No túmulo encontravam-se os ossários do próprio Cristo, de Maria Madalena e Judas, filho de ambos.

Os ossários foram descobertos em 1980, durante as obras de construção de um complexo de apartamentos e entregues à autoridade israelita das antiguidades. Mas só agora foram estudados e identificados como sendo da família de Cristo.

Não é a primeira vez que se alegam relações maritais entre Cristo e Madalena. Mas é a primeira vez que se alega a descoberta dos ossos da família.

O argumento central é simples: a identificação de um dos ossários é do próprio Cristo. Como os judeus eram sepultados em criptas familiares, os restantes ossários naquela cripta são de familiares.

Recorrendo a análises de ADN e outros métodos científicos os autores tentam provar o relacionamento familiar dos sepultados e a identidade do ossário Maria, mãe de Jesus e vários irmãos de Cristo.

O documentário refere ainda que nos arredores de Jerusalém perto da cripta da família de Jesus, foi encontrada a cripta de Caifás e um ossário de Simão de Cireneu, pelo que a descoberta da cripta de Jesus não é um acontecimento inverosímil.

Só que em relação aos restantes não se coloca o assunto da ressurreição.

Os autores dizem não questionar a ressurreição de Cristo. Mas se os restos mortais encontrados são mesmo de Cristo quer dizer que ou não subiu ao céu, ou se subiu: foi apenas o espírito e não o corpo.

E, essa não é bem a história contada pelos evangelhos. Daí a polémica. O ADN e a ciência em potencial confronto com a fé.